Novo site e nova planilha !

Prezados,

Considerando que o WordPress estava muito lento, montamos um novo site para a planilha. O endereço é:

http://tempodeservico.blogspot.com

No novo site também foi feito um guia de uso mais detalhado, esperamos que ajude.

O link à direita continuará apontando para a versão mais atualizada da Planilha, mas pedimos que atualizem seus favoritos para o novo site, pois as informações e notícias da Planilha serão postadas lá.

Att,

Felipe e Renata – 1 JEP Maringá

Novidade vindo em breve: desnecessidade de classificação cronológica dos períodos

A versão atual da planilha (1.3) exige que após a digitação dos períodos seja feita, os mesmos sejam classificados em ordem cronológica para que a detecção de períodos concomitantes funcione corretamente. Além disso, o mecanismo de contagem de carência parte do pressuposto que os períodos estão em ordem cronológica para evitar a contagem do mesmo mês em duplicidade.

A nova versão da planilha que liberaremos na semana que vem (versão 2.0) não exigirá mais que o usuário coloque manualmente os períodos em ordem cronológica para funcionar corretamente. Obviamente isto ainda poderá ser feito caso o usuário deseje, mas a planilha estará preparada para trabalhar corretamente com períodos lançados fora de ordem.

Felipe e Renata, 1JEF Maringá

Lançamento da versão 1.1 da Planilha gratuita de contagem de tempo de serviço

Objetivos da planilha: Facilitar o cálculo de tempo de serviço para verificação de direito à aposentadoria por tempo de serviço / contribuição perante o INSS.

Público alvo: advogados, servidores da Justiça Federal e segurados do INSS.

Recursos da planilha

  • Ordenação dos períodos em ordem cronológica;
  • Alerta quando é detectada concomitância entre os períodos;
  • Campo para indicação de fator de conversão (para conversão de tempo especial em comum ou comum em especial, homem e mulher);
  • Cálculo automático da existência do direito à aposentadoria em 3 marcos temporais, sendo eles: em 16.12.1998 (data da EC 20/98, que extinguiu a aposentadoria por tempo de serviço proporcional), 28.11.1999 (data da Lei 9.876/99, que instituiu o fator previdenciário) e na DER (data da entrada do requerimento);
  • Ao final, a planilha gera AUTOMATICAMENTE uma célula com 3 parágrafos de texto, um para cada um dos marcos temporais mencionados no item anterior, a qual pode ser copiada para ser utilizada em minutas de sentença, voto, decisão, bem como petições iniciais;
  • Possibilidade de copiar as tabelas e colar diretamente no Word ou no GEDPRO (Word adaptado que roda na Justiça Federal da 4ª Região);
  • Possibilidade de indicar períodos que não contam para carência (ex; período rural anterior a 1991);

Vantagens específicas para servidores da Justiça Federal da 4ª Região

  • Possibilidade de copiar e colar a planilha dirtamente no GEDPRO. Assim, evita-se a necessidade de PDFs anexos nas minutas de sentença ou despacho que tratam de contagem de tempo de serviço;
  • Como não será necessário anexar arquivos à minuta, é possível agendar o evento a ser lançado no e-Proc V2 diretamente no GEDPRO, facilitando o fluxo de trabalho e evitando esquecimentos;

Como usar a planilha

  1. Antes de mais nada, não adicione o link direto da planilha nos seus favoritos; ao invés, adicione este blog nos seus favoritos, pois aqui você sempre encontrará o link para a versão mais atualizada no lado direito da página, e estamos sempre fazendo correções ou incluindo novos recursos.
  2. Além disso, nunca delete linhas ou colunas da planilha; caso queira escondê-las, use sempre a função de ocultar, pois caso contrário a planilha dará problema.
  3. Sempre que você tiver problema com uma planilha, basta acessar o link da planilha matriz e criar uma nova cópia e começar novamente.
  4. É preciso ter uma conta no Google. A criação é rápida e gratuita. Se você acessar a planilha sem estar logado numa conta do Google, vai conseguir ver a planilha, mas não vai conseguir editá-la. (não tivemos alternativa, clique aqui para entender porque é necessário uma conta no Google).
  5. Acesse a planilha (o link para a versão mais atual estará sempre no lado canto superior direito deste blog)
  6. Após acessar a planilha, clique em ARQUIVO > FAZER UMA CÓPIA. Atenção: não é o menu “Arquivo” do seu navegador, e sim o menu arquivo do Google Docs, dentro da área de navegação !
  7. Preencha os dados pertinentes na aba “Folha de Rosto”. Ignore, por enquanto, o aviso de tempo concomitante.
  8. Indique, caso necessário, se o período não conta para carência (ex: período rural anterior a 1991) ou se o período deve ser contado como especial (fator 1,4 para homem, 1,2 para mulher).
  9. Após terminar, ordene os períodos cronologicamente (clique na setinha que aparece na coluna “Data de início”, e escolha “Classificar A -> Z”)
  10. Verifique se há alerta de períodos concomitantes. Se houver, faça os ajustes necessários manualmente.
  11. Caso contrário, alterne para a aba “RESULTADO”. A planilha está pronta, veja abaixo dicas de como utilizá-la.

Como usar a aba “Resultado”

  • Se desejar imprimir, use a opção Arquivo > Imprimir (atenção: não use o menu do Navegador, use o menu do próprio Google Docs !). Marque as opções página atual, sem linhas de grade, e desmarque todas as outras opções. Na área de layout, escolha ajustar à largura e retrato. Ao clicar em OK, o Google Docs gera um PDF que será baixado no seu computador, podendo ser impresso normalmente.
  • Se desejar imprimir em PDF, o procedimento é o mesmo acima, pois ao clicar em OK será gerado um PDF com a planilha.
  • Se você quiser copiar no word, siga as instruções da própria planilha (basta usar CTRL C, CTRL V, e depois selecionar o que foi colado e ir no menu Tabela > Converter > Texto em tabela.

Dúvidas, críticas ou sugestões ?

Por favor envie seus comentários clicando no link “RESPONDER” logo abaixo, não precisa se cadastrar para postar e seu e-mail será mantido privado.

Porque é necessário ter uma conta do Google para usar a planilha

A planilha é disponibilizada gratuitamente e com opção de visibilidade “Pública”, ou seja, todos podem acessar (mesmo que não tenham conta do Google).

Contudo, nessa opção de visibilidade seria possível a todos EDITAREM a planilha, e isso não é desejado. Primeiramente, algúem poderia quebrar as fórmulas e as funcionalidades. Além disso, muitos usuários iriam usar a planilha sem antes fazer uma cópia, e isto criaria um problema, pois apenas uma pessoa poderia usar a planilha de cada vez, e os dados preenchidos por um usuário seriam vistos (e passíveis de edição) por todos os outros.

Assim, a única única alternativa encontrada para viabilizar o acesso de todos foi a seguinte:

  • Manter o acesso da planilha a todos, sem necessidade de convite prévio, ou seja, a planilha é de visibilidade pública;
  • Apesar de pública, a planilha é bloqueada para edição, de forma que o usuário só pode editá-la caso crie uma cópia para si, o que é feito clicando em ARQUIVO > CRIAR UMA CÓPIA. Isto evita que algúem quebre as fórmulas da planilha e permite que um número ilimitado de pessoas a utilize ao mesmo tempo, pois cada um estará trabalhando na sua cópia individual, sem interferir no trabalho dos outros e sem editar diretamente a planilha fonte;
  • O Google exige que o usuário esteja logado em uma conta do Google para poder usar a função “ARQUIVO > CRIAR UMA CÓPIA”

Como visto, essa foi a única solução encontrada para (1) manter a planilha disponível publicamente sem a necessidade de convite prévio, (2) manter a qualidade e funcionalidade de suas fórmulas protegida de edição, e, por fim, (3) permitir que vários usuários a utilizem simultaneamente, sem um interferir na planilha do outro.

Felipe Raul